A Doença do Século - Distorção de Imagem

Num mundo em que a era digital ocupou um lugar importante, são cada vez mais raras fotografias naturais que dão lugar a imagens retocadas, corpos perfeitos e rostos impecáveis. Isto exerce uma pressão social para que todos estejam dentro de um padrão que, na realidade, não existe. A necessidade de emagrecer ou conseguir um “corpo perfeito “, impede que se tenha uma consciência de si mesmo, o que leva a uma batalha interna que causa angústia e sofrimento. O instagram está matando mulheres - Vermelho

A nossa missão, como equipa, é enaltecer a beleza natural, promover a autoestima e principalmente um estilo de vida saudável. Nós queremos que se sinta bem com a sua imagem, mas de forma cuidada, equilibrada e sobretudo que seja benéfico para si. Por esta razão, este tema é de extrema importância para nós, porque queremos que esteja no seu melhor, consigo mesma/o.

A distorção de imagem é uma alteração, do foro neurológico, que afeta milhares de pessoas na sociedade moderna, refere-se a uma visão irrealista de como alguém vê seu corpo. Impede uma perceção real de si mesma. Por outro lado, a pretensão por uma imagem corporal perfeita e inalcançável (sustentada por ideias irracionais e perceções irreais) exerce distorções preceptivas, que levam a uma permanente insatisfação e que determinam alguns dos vários comportamentos, podendo levar a distúrbios alimentares.

A imprecisão em reconhecer o próprio corpo, ou negligenciá-lo, faz parte de alguns transtornos alimentares como anorexia nervosa, bulimia nervosa, compulsão alimentar e alguns casos de obesidade.

Este tipo de distúrbio afeta tanto mulheres como homens, no entanto os dados apresentados revelam que o sexo feminino é mais atingido. Segundo estudos realizados estima-se que esta patologia afete 1,5% da população mundial, principalmente na população mais jovem com idades compreendidas entre os 15 e os 30 anos. É necessário a realização de terapia especializada para auxiliar na resolução deste tipo de distúrbios, como a psicoterapia comportamental.

A nossa preocupação com este tema deve-se ao facto de promovermos saúde e bem-estar, e principalmente promover um emagrecimento de forma equilibrada e saudável. O importante é sentir-se bem com o seu corpo, e compreender que todos temos fisiologias diferentes, e independentemente daquilo que vê em fotografias editadas o importante é olhar-se ao espelho e gostar daquilo que vê, podendo melhorar aquilo que menos gosta, mas dentro de métricas equilibradas e sem exageros.

Deixamos um pequeno exercício para que possa refletir sobre a sua perceção em relação ao seu corpo. No entanto, se sofre deste tipo de distúrbios, ou conhece alguém que identifica neste padrão, é importante procurar ajuda especializada.

Exercício:

  • Numa folha de papel escreva como se sente em relação a cada parte do seu corpo (barriga, braços, pernas, coxas, nádegas), procure realizar uma descrição detalhada sobre o que vê, identifique que tipo de sentimentos e sensações estão associadas àquela região corporal. Para que comece a desenvolver uma maior perceção corporal, aproximando-a/o do seu corpo.

Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published